13
Fev 09
publicado por gfcarlos, às 00:54link do post | comentar

 

 

Às vezes é assim, somente a companhia do silêncio não chega para que nos sintamos acompanhados.. É no silêncio, e na sua companhia, que a necessidade de, simplesmente estar com quem amamos, se torna mais e mais forte!..

Mas não será o silêncio, por vezes, o nosso melhor amigo??!!..

Não é ele que, muitas vezes, testemunha os momentos que partilhamos na nossa privacidade??!!, não será ele dos poucos amigos que nos acolhe, nos abraça e não nos abondona, mesmo quando passamos assim.. horas e horas a fio calados, a chorar para nós mesmos, sem prestar contas a ninguém??!!.. Não será ele aquele amigo que, através de gritos mudos, nos chama à razão, nos passa em revista todas as recordações daquilo que vivemos e fizemos e, acima de tudo, nos projecta possíveis futuros??!!..

 

 


Boa noite… Desde já peço desculpa por comentar o seu texto, estou a fazer porque fez-me reflectir, confesso que tinha essa duvida mas estava “adormecida” e vendo essa mesma duvida sendo referida por outra pessoa fez-me chegar a uma conclusão, que pode ou não ser válida, mas sinceramente acho que o silencio não é o melhor amigo, por um simples motivo, o silencio dá-mos as respostas que queremos ouvir, dá-mos razão sem a termos, não nos dá apoio real, ouve-nos mas não nos aconselha, é verdade que acompanha o nosso sofrimento mas não é capaz de nos dar apoio nem afectos …
* a 13 de Fevereiro de 2009 às 01:43

Desde já agradeço a participação..o que escrevo tem o intuito de criar pequenos debates, onde se possam discutir variadas opiniões. Gostava que te identificasses (caso não queiras publicamente, talvez por email).

De facto reconheço-te alguma razão quando dizes que no silêncio, apenas estando somente só nós e "ele", as nossas duvidas ficam meramente connosco, e por vezes as nossas decisões são meramente aquilo que "já pretendíamos fazer"..pois não há uma outra voz que nos indique outro caminho..

No entanto continuo a acreditar que se possam tomar decisões futuras muito importantes na "sua" companhia, pois quando digo que é no silêncio que se consegue passar em revista (e sentir) todos os momentos passados é porque se, repararmos bem, na companhia de quem nos é próximo, de um amigo por exemplo, é muito difícil conseguir exprimir tudo aquilo que realmente é processado na nossa mente, assim como (e essencialmente) as sensações que estamos a sentir no corpo. (só nós, sozinhos , conseguimos absorver todas essas sensações, e talvez reflectir sobre elas).. talvez por aí tenha atribuído tal importância ao silêncio, pois ele está connosco..sempre..quer queiramos quer não..
gfcarlos a 16 de Fevereiro de 2009 às 01:04

Boa noite. Peço desculpa por não me ter identificado, não achei que fosse importante. É verdade tem razão…também é esse silêncio que nos leva a algo grandioso, levamos a grandes decisões que por vezes só “ele” nos sabe e pode dar… confesso que tenho alguns ressentimentos guardados contra o silêncio, esse silêncio que é como um “grande amigo” pois acompanha-me em algumas horas do dia, talvez esse ressentimento venha de alguns conselhos mal dados lol (mas no fundo fui eu que os dei a mim mesma… que loucura, como posso eu então estar ressentida com “ele”? No fundo a culpa de qualquer decisão seja ela boa ou má, vou ser eu sempre a culpada e não “ele”)...
Joana a 18 de Fevereiro de 2009 às 01:21

O silêncio apenas está do nosso lado..em qualquer altura ou em qualquer situação..boa ou má..e até mesmo em qualquer decisão por nós tomada!!..
Parece que "ele" não nos diz não/sim aquilo que estamos a sentir num determinado momento.. mas por vezes, se nos concentrarmos bem "ele" indica-nos sempre o melhor caminho..pode demorar tempo até o conseguirmos "ouvir".. mas há-de haver um momento em que o iremos ouvir com clareza e a partir daí tomar a decisão correcta.
Por vezes apenas o deixamos estar junto de nós, sem o deixar "falar", pois temos tanta pressa de chegar depressa a uma decisão que só nos concentramos em nós.. daí ás vezes sairmos ressentidos com as consequências dessas mesmas decisões..

Ouvi-lo é uma questão de hábito..mas antes disso, de treino.. e a partir daí nunca tomaremos uma decisão sózinhos.
gfcarlos a 20 de Fevereiro de 2009 às 14:29

mais sobre mim
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
14

15
17
18
19
20
21

22
23
24
26
27
28


Livro de Visitas